Fantasia

Fantasiar o amor
conduziu a carência
até as estrelas.
O trovão resolveu iluminar,
em forma de raios,
o sentimento vivido.
O susto foi enorme!
Imprevisível trovão
veio galopando com a verdade
em vento e chuva  arrasadores,
num sopro de dor.
O amor havia fugido,
como um ladrão,
carregando preciosos sentimentos.
O maior tesouro
arrancaram de seu peito.
Por carência,
chorou, chorou,
porque se deixou levar
pela fantasia,
mas resolveu viver,
sobreviver.
Amar
era tudo o que queria.


Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s