Ser Poeta

Sinistro é ser poeta:
bandeja cheia de ideias
o cobre em sonhos,
palavras e letras clamam
a sua saída da cama.
Cata metáforas,
tece amores, reais e imaginários.

Sem qualquer piedade,
registra mazelas humanas,
esmiuça, filtra extrai emoções,
relatando, comovendo.

Que desespero!
Se o leitor não entender,
será atingido por um raio.

Clemência ao poeta,
que tanto tenta,
recorre à linguagem
– as ilusões, num ritmo de aventuras.
Nessas jornadas percorre,
vivendo a plenitude poética,

a busca de sua estrela,
farejando o encontro de uma senha
que fará você sorrir,
chorar, se identificar.

Chi, o poeta acordou!
Sagrada e profana, 
a esperança o anima.
Silêncio:
o poeta está trabalhando!

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Ser Brasileiro

O vírus da tristeza não é brasileiro.
Apaixonado pela vida, não se rende à dor.
Alma de menino, amor cristalino,
supera e vence o inferno e o horror.
A chuva tirou o seu lar, os filhos, tudo,
mas não roubou sua esperança.
Seu caso de amor é sua fé, sagrada,
de um amanhã melhor.
É a força criadora, fonte que planta,
onde nasce sua coragem.
Chora o agora, logo sorri.
Ser brasileiro é ser mais forte
que a força da desgraça,
é ver na tragédia uma graça.
É ser solidário, ajudar o próximo.
Ser brasileiro é o máximo!

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Retrato 3×4

Sou intensa
no que faço

Durmo tarde
acordo sorrindo
amo sempre

Falo muito
abraço o mundo
ai, que inferno!

Sinto um vazio
como demais
ai, que azia!

Choro por tudo,
mas não deixo
de fazer poesia

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Elixir do Amor

Bebo dos teus lábios o elixir do amor,
saboreando o vinho em gotas.
Me enches de beijos,
olhos fechados, em estado de paixão.
Teu corpo louco me cobre,
descobrindo teus desejos.
Queremos que o tempo não exista,
que a lua não se mova e o sol desapareça.
Quebramos os relógios.
Não queremos estrelas adormecidas.
Queremos nossos corpos juntos,
sonhando que estamos a sós.
Eu, em teus braços, suspirando e gemendo,
ouço você dizendo “te amo”.
Silêncio, lá fora não existe nada.
Só eu e você e este sonho dourado.

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Poema

O poema engravidou,
num sêmen de amor,
entre rios e oceanos.
A distância não os separou:
fecundou no entusiasmo da paixão,
momento mágico em plena madrugada,
seduzido pela beleza.
A estrela azul iluminou o poema:
por osmose, nas ideias passeou,
foi crescendo, igualando-se a uma árvore
regada com afeto e carinho,
e foi invadindo as folhas.
Eram tantas folhas lindas,
que um livro nasceu sorrindo.

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Maravilha

Eu sou maravilhosa
por saber que estou quando precisas,
por não sucumbir quando estás triste,
por saber dividir tua angústia,
valorizar teu sorriso,
te alimentar quando tens fome
e saciar tua sede.
Por achar graça nas tuas piadas sem graça,
por te mostrar o horizonte,
saber chegar até você.
Por tolerar tuas rabugices,
ignorar tuas tolices,
saber te amar do jeito que és.
Eu sou maravilhosa por tudo isso,
mas mais que tudo
por ainda poder sorrir
ao te ouvir dizer
que faço tão pouco por ti.

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Quando Julho Chegar

Tanto te amo,
amo-te tanto.
Sei que me esperas
e tento pular dias:
o calendário
não se corrompe.
As horas, todas certinhas,
não aprendem puladinho.
Por ora, vou me distraindo.
dançando, cantando,
pulando em qualquer lugar,
até você chegar!

Para Danielle.

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized